segunda-feira, 26 de março de 2012


"Ronronterapia"


Gatos domésticos e a suçuarana (Puma concolor) são os únicos felídeos capazes de emitirem vibrações características, conhecidas por ronronados ou "ronrons". Estes animais não produzem estes sons apenas quando estão felizes ou excitados, mas também em resposta ao estresse e ao sofrimento.
Os cientistas ainda não desvendaram completamente como este processo funciona e nem o mecanismo que faz estes sons produzirem sensações tão boas aos seres humanos.

Pensando nisso, o pesquisador francês Jean-Yves Gauchet, médico veterinário, desenvolveu um estudo em que submeteu 250 pessoas a ouvirem a gravação, em CD,  de sons de ronronados, durante 30 minutos.
Os resultados obtidos foram os seguintes:
- efeito de adormecimento;
- relaxamento profundo;
- diminuição notável do estresse;
- ativação da circulação sanguinea.

O som dos "ronrons" produzem frequências baixas e graves, que variam entre 20 e 50 hertz. Estas apresentram-se na mesma faixa de aparelhos utilizados por profissionais de cinesioterapia para reverter lesões. 
De acordo com a pesquisa, o som do ronronado provoca ação anabolisante direta no organismo, favorecendo o processo de recuperação (tanto em humanos, como no próprio animal).

Portanto, se você tem um gato em casa, você possui um excelente terapeuta particular.
Cuide bem de seu gato e ele lhe retribuirá com carinho e terapias felinas.

Com base neste conceito, a Apple lançou iPhones com função "ronron", para que as pessoas possam utilizá-la para aliviar o estresse causado em viagens longas com mudança de fuso horário. Ou, apenas para ouvir em casa, para relaxar do dia cansativo de trabalho. (Você sabia disso???)


Para saber mais consulte:
Revista "O Pulo do Gato" - Edição 68 - Março/Abril 2012.


Meus "ronronterapeutas":


Tigresa Felina


Pudim


10 comentários:

marisabine disse...

Vou ter que ficar com os gatinhos da minha irmã então.... :)

Pitango disse...

Nossa, isso é novidade para mim! Adorei.
Bjo grande.

Anônimo disse...

Franz Kafka...infelizmente á gata aqui de casa e os filhotes sumiram, não sabemos oke aconteçeu.
+ lembro bem, dos gatos fazerem esse lançe ás vezes, acho que seria algo "similar ao nosso roncooo", quando estamos dormindo, tá ai um tipo de animal que sempre me identifiquei gato(a).
Até +

Anne Elise Previdi (Galadriel) disse...

Mari...

Pois, é...você vai ter que arrumar um gatinho...(bichinho...rs!!!)

Beijos!!!

Anne Elise Previdi (Galadriel) disse...

Oi, Gus...

Seu iPhone tem função "ronron"??? Aproveite!!!

Super beijo!!!

Anne Elise Previdi (Galadriel) disse...

Oi, Fábio!!!

Poxa, que pena que a gata e os foihotes sumiram...

Então...o ronco e o ronronado não são similares...tratam-se de mecanismos bem diferentes.

- o ronco é ocasionado por apnéia ou devido à alguma obstrução à passagem de ar nas vias aéreas superiores.
- já, o mecanismo do ronronado ainda não está totalmente elucidado. Inicialmente imaginava-se que estes sons eram produzidos por vibrações da laringe, mas esta hipótese foi descartada quando foram observados ronronados em gatos que haviam sido submetidos à laringectomia. Hoje, a hipótese mais aceita é que o ronron seja emitido devido a movimentos sanguíneos da veia cava (esta veia estreita-se ao passar no fígado e no diafragma, e com a passagem do sangue surgem "redemoinhos" onde formam estes "gargalos", provocando vibrações).

Super beijo!!!

Paula Pucci disse...

Essa é uma descoberta fantástica mas de modo algum surpreendente: eu, por exemplo, nunca tive dúvidas que os bichinhos nos fazem muito mais bem do que nós a eles e, mais ainda, que muitos seres, assim chamados "humanos" só são capazes de espalhar maldade e trevas, ui...
bjs
Paula

Anne Elise Previdi (Galadriel) disse...

Oi, Paula.

Pois, é...como já dizia Renato Russo: "a humanidade é desumana"...

Super beijo!!

lissandra disse...

Como conseguir o CD dos ronrons?
Grata, Lissandra (lissandracat@yahoo.com.br)

Anne Elise Previdi (Galadriel) disse...

Olá, Lissandra.

Que jóia que você visitou o blog. Seja sempre muito bem vinda!!!

O trabalho de pesquisa do médico veterinário francês, Jean-Yves Gauche (inventor do termo "Ronronthérapie" - ronronterapia) serviu de base científica para o livro "La Ronronthérapie: ces chats qui nous guérissent" (A Ronronterapia: estes gatos que nos curam), lançado em 2011 pela jornalista Véronique Aïache, também francesa.
Neste trabalho, as pessoas foram submetidas a ouvirem, por 30 minutos, a gravação dos ronrons de "Rouky", gato do próprio veterinário.
Além do aplicativo dos iPhones da Apple, não tenho conhecimento se há cds com gravações de ronronados para comercialização. Eu estou tentanto fazer o dos bichanos aqui de casa. Você também pode fazer o seu, basta possuir, além do gato (claro...rs!!!), um gravador digital, ok???

Que a Deusa te abençoe e ilumine os teus caminhos e teus passos.

Grande abraço!!!